Coragem

"O mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de SONHAR, correr o risco de viver seus sonhos.
Coragem é não buscar desculpas para ser feliz!"

Charles Chaplin

Sejam Bem vindos ao blog Horas Interiores!
Agradeço sua presença aqui e aguardo seu comentário.

Paz e Bem,

Rodolfo Andrade

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Espírito



De onde vem você?
Que me aumenta a fé,
que me tira o sossego
e não teme dizer quem é

Sem marcas é marcado,
sem pensar em vencer
sentindo-se pleno
esquecendo de viver

De onde vem você?
Calmo e sereno
lindo na luz
que me enche de amor.

Podendo sem temer
correr campos sem fim
a beleza que em ti perdura
exala cheiro de jasmim

Mas de onde vem você?
que busca a vida agora,
que busca sem medo o medo
pois a vida é sem demora.

Perguntas são sem razão
adiante siga a seta
os questionamentos aqui
são coisas de poeta.



quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Sentimento de "Gratidão"




Só Deus que é onipresente
e mostra-me o quanto sou pequeno
desfrutando de um dia perfeito
com seu jeito puro e sereno

A Mãe corrige os erros, com sua doçura
mostra que o amor é maior que a dor
mesmo que a insegurança persista
supera calada qualquer rancor           

Ele me permite caminhar ao seu lado
impuro e mesmo sem ser merecedor
trôpego eu vou sem medo
pois já me fez um vencedor

Os momentos de alegria são tantos
fictícios ou da vida real diferente
humildade é dom de poucos
muitos são tão ricos e tão carentes

Família é a base de tudo na vida
muito mais valioso que prata ou ouro
um sonho que é marcado em toda gente
amigos quem os tem encontra um tesouro



domingo, 20 de novembro de 2016

Sacerdote




Caminha com Deus em confronto com a vida
não teme o desconhecido que ora é revelado
entre todos os desejos  quer cumprir sua missão
mostrando o futuro nem sempre esperado

seu caminho de rosas os espinhos machucam,
os sorrisos de alegria lhe forçam a prosseguir
quando o fardo é pesado e forças lhe faltam
não teme é sacerdote e não pode desistir

um simples obrigado é o reconhecimento
sem impedir o direito do simples prioritário
está contido em todo imaginário que é Ele
o detentor das portas do santuário

na vida ele é amado, por muitos, venerado
homem de Deus ungido de compaixão
vive cumprindo regras e propagando o amor
é simples diferente é forte, é sacerdote.



segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Solo Santo



O que falar a você?
Que seu chão é de chão,
que seu sol esquenta,
que seu vento refresca...?

O que falar de você?
Que sua música é alegre,
que sua voz é doce,
que você acalma...?

Como falar a você?
Com lágrima no olhar,
com a querência que é querer,
ou como se pedisse esmola...?

Quero falar com você mas...
pra que falar com você
se o feito é marcado
e o marcado é guardado...?

Mas porque falar...?
Se agora é “onipresença”,
se Ela me cobre com seu manto
e vivo em Solo Santo.



sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Falta de fé




Sombras perdidas rodeiam
na penumbra da mente fechada
em um dia qualquer
são presença na noite calada

Sem ver o sol astro rei limpo
esperança em mim é trancada
sofro sem ter a presença
da vida que se faz isolada

Fecho os olhos e viajo sonhando
caminho lugares sem fim
me perco na procura
da trilha para bem longe de mim

É dia agora
quem sabe noite
agora é vida
na triste dor do acoite

Passo o agora calado
sem sentir querendo encontrar
mas não me permito nem desisto
se sou cristão o remédio é rezar.



quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Conversa com Deus




Caminha sempre comigo
aliviando a dor do ser
acariciando sem toques a alma
És presença no dia corrente.

Amigo leve e sutil
só quer transmitir a paz
ao meu lado sempre esta
contente com o bem viver

Onipotente como a garça livre
é alegre por ser leal sem cobranças
alvo de tensas mentiras
se mantém audaz e verdadeiro

A vida regras me impõe
adversas a verdade humana
ambicionando “q’sa” a glória
abnegada e mortal de viver

não fraquejo por Sua presença
acalenta a mente agitada
És meu sustento verdadeiro
te dedico minha oração.



domingo, 6 de novembro de 2016

Calvário



O espaço fechado
é marca do hoje,
é sombra de ontem
reflexo da dor

sempre presente
buscando a penumbra
na face resplandece
a vida sofrida

que sem a parte partida
vive escondida
velando os sonhos
sem ter um porque.

Viver o que resta
no meio de tudo
em busca da festa
o espírito é o escudo.



quarta-feira, 2 de novembro de 2016

Mundo virtual



De manhã ao Japão
em viagem Cultural
pisquei olho Jalapão
de belezas sem igual

No caminho tem a lua
mundo afora sem parar
na manhã que continua
irmão sol a me queimar

Poesia do absurdo
professor sem formação
joga fora tudo pronto
fura olho sem perdão

Espaço que é deslumbrante
este mundo virtual
onde tudo é relevante
é, tudo pode ser fatal

Não tem regra nem tem meta
destino não tem quem faz
nesta viagem louca e indiscreta
que faço em busca da paz.