Coragem

"O mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de SONHAR, correr o risco de viver seus sonhos.
Coragem é não buscar desculpas para ser feliz!"

Charles Chaplin

Sejam Bem vindos ao blog Horas Interiores!
Agradeço sua presença aqui e aguardo seu comentário.

Paz e Bem,

Rodolfo Andrade

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Vida real


Vivo a vida
a cada minuto
alegre sem mágoa
sofrer ilusão.

Sentido a glória
razão do porque
faço a história
busco viver.

Amores sentidos
são bem resolvidos
sem ilusão
pois a vida é agora.

Amanhã...
outro dia
sem previsão
pra sentir a magia.

Sentir o sabor
pois viver é sorte
embalado no gosto
esperando a morte.

Que também não existe
é só um mistério
um saber sem razão

o importante é viver.

Delírios tórridos


Minutos se encerram ao cair da noite
pode se ouvir por de trás das rochas
choros indecifráveis.

Gritos e gemidos ecoam de ti
a pele transborda prazer felino
o gozo é profundo e teu cheiro faz viajar.

Escorra como água nas frestas de rochas
decifre o meu sentir,
de forma sensível e afetuosa

Gélida a brisa se faz quente
buscando bem longe de mim
o prazer ora não encontrado.

Se guie pelo meu choro
o prazer que quer encontrar somente
com muito amor irá encontrar

Te quero não posso,
te desejo não tenho
tua pele exala o néctar do meu prazer.


C/ Daniela Valadares Aleixo

REENCONTRO


Gritos
alegria
vida
revelia

Sonhos
magia
transforma
poesia

Sentimentos
guardados
transbordam
euforia

Abraços
beijos
alimentam
cantoria

Caminhos
certeiros
hoje

CENIPEIROS.

Recordações...


Vida marcada de sonhos
entre gritos, no dia, senti
eternos desejos calados
blindados somente por ti

Eternos momentos de vida
buscando bem mais além
os sonhos afloram na mente
sempre nos fazendo refém

Lembranças...

Do corrimão da escada,
do pic na quadra,
do severo diretor,
da menina falada...

Tempos nem tão longe
em que tudo surgia
hoje a lagrima cai

era feliz e não sabia...

Verde metafórico


Metáfora de sonhos
sentida na vida
são gotas marcadas
que buscam detalhes

Um simples sorriso
agora real
transmite alegria
da esperança sentida

O silêncio é parte
do todo no tudo
em meio a floresta
que se faz deslumbrante

A dor que se fez presente
hoje esta longe
a milhas de distância
a galopes de medo

No sonho tudo é verde
e o ar se faz puro
com todo esplendor

da selva pulmão do mundo.

Estrelas em forma de poesia


No céu viajam aos milhares
levando além mar de tudo
sonhos, imagens, a vida
tudo quer não pode ter.

Nas palavras seu refúgio,
seu recanto de aconchego
que lhe trazem o desconforto
de sofrer por não poder

Thanatos deus inconsequente
foi além do esperado
viajou sem sonhar
se matou por puro amor

Amante, amado consciente
vou à frente sem temer
espero só fazer o bem

jamais te fazer sofrer.

Eu desejo



Só desejo a linda flor
que nasce em qualquer jardim
transmitindo o puro amor
que simples nunca tem fim.

Na beleza é bem mais
vestida com sua grandeza
mostra o simples da vida
vivendo com incerteza. 

Seu caminho é sem igual
vai e volta sem ter medo,
seu destino é divinal
vai vivendo seu enredo.

É desejo muito simples
e difícil de se ter 
utopia ou bruxaria

hoje eu só quero é viver.

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Quem não viveu perdeu


Papo animado entre amigos
cerveja gelada, a tristeza no copo,
a conversa é descontraída
fim de domingo perfeito

vivemos com intensidade
falando de vidas as avessas
reflexo da nossa trajetória
que é parte do mundo

na arte de religar
a busca é imperfeita
nos leva ao momento profano
maldizendo vidas futuras

O quem não é real não perdoa
caminha ao lado qual espetro velado
buscando um sentido lógico

para a vida que é agora.

Sem sonho


Sem sonho oposto
o passado é agora
com força sem dor
a mente aflora.

No doce sabor da voz amena
que faz a verdade fluir
surge do nada sem pena
obrigando o choro a sorrir.

Qual fênix nasceu
no dia que jaz fechado
pela dor pura do amor
sempre se pôs calado.

É tudo e nada agora
é vida real de mascate
é parte forte de tudo
é só mais um resgate.

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Começo


Vida nova
velhos dilemas
contratempos
mas a felicidade é vida

Sempre disposta ao bom
marcando um novo
o sol nasce
alegria

Sorrisos marcados
entre amores velados
são gotas de prazer
que ficam latentes

Sempre na busca
minuto a minuto
sem medo se segue
buscando só ser...

Tem gosto salgado
o bom revelado
na vida que é vida

tem sabor agridoce.

sábado, 4 de outubro de 2014

Volta agora


Te quero ao meu lado
sem pensar no perdão
com a certeza de hoje
sem cobranças, com tesão

Sem você eu nem penso
até você chegar
no dia esperado
eu sei, vou te amar.

Então fico calado
só pensando em ti
não sei até quando
ficarei parado aqui.

Caminhando pela vida
espero você voltar
não ouço o tic tac do relógio
se ouvir não vou agüentar.

Porque a vida é assim
sempre um caso diferente
confusões fartamente

e nós esquecemos de tudo.

INBOX


Na caixa de entrada
futuro esperado,
que é doce ou melado,
bem este é o traçado.

Dores d’alma expostas
o sonho início,
verdades razão,
convenções desperdício.

Magia de amor
que mora lá longe
sentir seu fervor
tem força de monge.

É grito calado
sentir sem te ter
da colheita o arado,
da vida viver.

Espero o amanhã
que busca a verdade
com desejo e afã

na vida saudade. 

Garota


Garota linda e formosa
no teu sorriso branco e sutil
vejo o bem e o mal da vida sinto
seu corpo alegre e gentil.

A verdade oculta em você
não consigo descobrir,
oculta no seu sorriso,
com o dom de iludir.

Contento-me em te olhar
do canto sem você ver
um dia talvez, quem sabe
irá de estalo perceber.

Te olho entre as pessoas
na multidão te vejo surgir
sem pensar no dia de amanhã
mas querendo contigo partir.

De longe vejo seu rosto
sem ti não consigo viver
mas nem nota que existo

tenho que me convencer.

Vagam na mente


Vagam na mente
pensamentos velados
ora marcados
em gotas de sangue...

A vida que passa
feroz sem mordaça
buscando liberdade
o monte sagrado

que Vênus em altar
impera soberana
a imagem sutil
que esconde a verdade

oculta sem ser servil
de sonhos fechados
buscam sempre presos

de ter sempre mais...

Sentindo você


A alegria que guardada
era sempre esperada
pois latente na vida
desperta em você.

O gosto inibido
da pele exala
em gotas sem dor
sofridas de desejo

Os lábios que versam
os mesmos que estressam
com palavras de carinho
indicam a direção

Agora aqui
uma presença sem fim
uma delícia de Jasmim

um delírio cibernético.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Cristal de brasa


O sol não apareceu hoje
dando ao céu cor diferente
a chuva fina que cai
 agora aflora o interior diferente

nas folhas de mato molhado,
de coloração diferente indefinida
tem cheiro puro do amor
apagam a dor da ferida

foi como música de Bach
o ontem que passou calado
busquei, porém, não consegui
sentir você mesmo calado

no presente sua voz é mais doce,
seu olhar tem brilho forte
reluz cada vez mais quente
mostrando como és forte

sua presença não tem porque
é sem definição lógica ou real
pois do nada faz tudo
te fazendo personagem central

busco não sei o que
escondido quem sabe onde,
perdido por ai no infinito

pois a vida é sem conflito.

Analisando você


Com a pele de ceda aveludada
macia que busca o valor
do amor puro escondido
no misticismo da viagem interior

em cada sorriso a sua beleza,
intocada sem medo e sem maldade,
busca a ternura da vida
pura cheia de ingenuidade

sentir sua voz é gostoso
qual o cantar do rouxinol
a embalar a tarde suave
em verão de muito sol

você perto é parte partida
longe tem o gosto de sonho
agora é diferente a vida
o sonho vira utopia

te quero fera no cio
amante, amada sem dor
que luta pela vida
buscando a forma do amor.

Será tu a metade
que foi partida a tempos atrás
ou sombra de luz
que surge e não volta mais?

Oásis


Terreno árido e triste
esquecido que chora de dor,
espera da vida ter vida
para sorrir e viver o amor

vive com lembranças
do passado á pouco vivido
entulhado em montes de papel
já muito lido e relido

não sente mais o gosto...
d’agua cristalina e doce
espera somente o brilho
como se cristal fosse

buscando a parte ceifada
sem medo de encontrar
parte em sua jornada
sem medo de caminhar

a terra começa a rachar
e o sol brilha mais forte,
a flor começa a brotar
espantando o fantasma da morte

parte de grande beleza
encontrada já é muito sofrida
faz lembrar o belo início
é da flor vem a vida. 

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Surge pela manhã


O sol da manhã
caminha em harmonia
com o canto dos pássaros
em perfeita sinfonia.

Os tons de energia
revelam o calor adequado
buscando a revelia
o som suave do canto marcado.

A sombra inocente
que se faz refúgio sereno
no grave diferente
o agudo se faz ameno.

É sensível a luz do sol
no início tem seu valor,
na melodia se sente o farol

que anuncia um novo amor.

Ecológica


Entre as peripécias da vida
o caminho é um dilema bom
que não visa maldade nem glória
somente a paz vela seu tom.

O mar em sua imensidão
com seu destino ao infinito
se mistura ao verde floresta
esperando a hora do grito.

Por isto que nada é cobrado
na vida só nos cabe ser
o mau trato já é passado.

Tudo é bom, é glória, é magia
é esperança de ver melhor

o nosso lar a ecologia.

quarta-feira, 9 de abril de 2014

Não me faça sofrer


Nunca se engana
quem da vazão ao desejo
tudo que é será
e verás como te quero

Fecho meus olhos
quero viver tudo,
tudo é nada perante você
que me instiga sem cessar

Me abrace, sem pudor
Mas saiba que tenho medo,
medo de uma tal dor
que se esconde em um segredo

a dor não faz sentido
se não vier acompanhada
espero eu em solo
um dueto com seu colo

Verdade ou ilusão


Balance na minha rede
e deixe fluir o desejo
o secreto veja emergir,
e ardente de me um beijo

Este desejo aflora
no melhor do acalanto
ja é hora de ir embora
por isto hoje eu só canto.

Descontraia-se, insista e persista
veja e sinta, ame com versos
através de palavras e gestos
se renove a todo minuto

meu querer não tem limites
meu medo é sem razão
melhor da história é pedir
e achar a solução

Pare de mentir
sabe que tenho medo,
medo de me equivocar


e ficar sem você.

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Pânico


O dia grita: Silêncio
esconde sem se ocultar
a mente porém tem receio
de não mais poder sonhar.

Viagem que é sem volta
com destino ignorado
nunca leva escolta
só o coração desarmado.

Só a nobre morte é dor?
Que é isto?
É pura grande sorte

de não mais ser visto. 

Sempre sarau


Sons distorcidos
se fazem sinfonia
em formas diversas
duplicam a magia.

Sorte Drummond
“José” virou “RAP”
“Deep Purple” tem medo
do grito valente

Com a força inocente
tudo é fantasia
sensualidade gostosa
em forma de poesia.

Teve de tudo
organização sem igual
CEMB parabéns

lindo sarau.

Criança criada


Às vezes chora calada
com medo da vida
mas impõe-se séria
amando viver.

Às vezes cai, se rala
inexperiente no passo mal dado
não faz nenhum alarde
a força oculta tem que existir.

Às vezes brinca de vida
seriedade é muito chato
se lasca qual “LEGO”
desmonta em pedaços.

Às vezes quando a dor é forte
ameaça, tenta desabar,
implacável a vida repreende
diz que é manha de criança.

Às vezes num piscar de olhos
o tempo passou, tudo se foi
porém...
nunca deixou de ser criança.


Nebulosidade da tarde


Tarde calada
que busca o sabor
no frio marcante
qual faca cortante.

Espero poder
sentir seu lamento
que ecoa bem fundo
no caminho do vento.

Te sinto qual brisa
na pele indefesa
que sofre em silêncio
ao sentir sua beleza.

Paisagem cinza
nobre e linda
que fria se faz forte

e reluta com a morte.

Vida


É vida na vida
sofrida contente
perpassa calada
vida atrás e na frente

não teme o hoje
com real saber
busca sentido,
o ideal é vencer

com frio de gosto
que marca o destino
e sabor de menino
que brinca de vida

que chora e ri
que canta e dança
no simples sorriso

inicia a festa.

Passar pela sombra


Passar pela
sombra da morte
começa tudo,
textura leve,
gostosa pele,
cabeça dura em saber
porque meu mundo caiu.

Vida
nociva
mente
estreita
massacra.

Gente
cair
sentido
normal,
levantar
poucos

conseguem...

Vem sem porque


Manhã fria
parte da vida
cheiro de terra
silêncio...

Pedaço guardado
é força de tudo
que ora calado
permite silêncio.

Barulhos da estrada
sons sem porque,
tudo é nada
revira silêncio...

Marcas de dias
sentidos na pele
que hoje são gotas
em meio ao oceano.

O mundo contesta
permite a magia,
é sorriso é festa,

é pura poesia. 

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Autoflagelo


No belo monte de Vênus
onde é bem mas voraz
lá, onde a dor é bem menos
e a vida logo se faz

Adentro a sua casa
onde o desejo é concreto
se preciso for que seja
um carma, a minha dor

Hoje eu tenho muito temor
tenho medo de um tudo
mas eu quero ser só seu
sentir-me só em você

Eu não quero causar dor
quero te dar só prazer,
mesmo se preciso for
um dia te esquecer

Seguir seu voraz destino
buscando toda a beleza
é bem incerto e divino


é quase uma incerteza.