Coragem

"O mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de SONHAR, correr o risco de viver seus sonhos.
Coragem é não buscar desculpas para ser feliz!"

Charles Chaplin

Sejam Bem vindos ao blog Horas Interiores!
Agradeço sua presença aqui e aguardo seu comentário.

Paz e Bem,

Rodolfo Andrade

quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Revelações







Esta ai Deus?
E o sorriso se fez,
o sonho esta se realizando...,
e a solidariedade ...?

Deus é presença marcante,
no gosto de viver em comunidade,
no cansaço que se faz viajante
em cada força que brota.

Como é bom sentir Sua presença
no agora, no néctar sagrado,
no abraço bem apertado,
até no irmão que não era esperado.

O resultado, vida...
a Ele toda a glória
Deus em tudo é perfeito
 hoje só vitória.



domingo, 25 de setembro de 2016

O que É ?



A vida é sem conta
sonha a sua história
passado de ponta
que vive a memória

Degusta o sabor
nem sempre tão doce
amargo tem dias
como se fel fosse

A vida é real
preto e branco a cor
sem falta do sal
prevalece o amor

Não teme um nada
vai sempre na frente
é carta marcada
é vida e semente

Na busca eterna
o nada tem tudo
vivencia fraterna
se Deus é escudo



quinta-feira, 22 de setembro de 2016

Reparo



Vem como fogo
que arde na alma
conforta e alegra
o fundo do ser

De forma serena
a dor desaparece
verdade concreta
o seu amor cura.

No passo
o compasso
me refaço
em Deus.



quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Gratidão?



A passo curto caminha sem medo
ilusão de um futuro sem fim
tem a dor que é presa no peito
latente buscando o puro perdão

Sonega a verdade por pura idolatria  
manchada de sangue que ora é verde
por puro deboche sem a cor da vida
parte perdida sem ter um porque

É pura puritana fingindo-se fraca
metade sem graça metade perdida
querida na hora pois busca sem ter
o gosto bem doce de ser o que é

Em certo momento foi vida
sem poder viveu de longe sentiu
a pura beleza tem tom de melindre
gratidão é difícil a vida é agora. 



terça-feira, 20 de setembro de 2016

Sou poeta



Meio louco
meio sofrido
meio santo
meio bandido

Muito falante
muito estandarte
muito grito
muita arte?

Pouco de tudo
pouco de glória
pouco de vida
muita estória

Verdades pra que
se sonhar é a sina
agora começa
e nunca termina 



segunda-feira, 19 de setembro de 2016

O contrário que deu certo



(aos imigrantes alemães em Petrópolis)

Em destino contrário o navio chegou
trazendo um povo humilde, bem forte e sofrido 
lá de muito longe das terras de além mar  
que chegaram fracos com coração partido. 

Como escravos o rei não queria, era contra
Koeler quando soube, de estalo foi falar  
trabalhadores sim para força braçal,
um salário justo queremos lhes pagar.

A dificuldade inicial foi bem forte, 
as mulheres estavam mesmo sem o leite,
compraram cabras pra salvar filhos morte.

Mosela, Bingem, Renânia também Nassau 
para os alemães se sentirem à vontade
hoje formam linda cidade imperial.



domingo, 18 de setembro de 2016

Andarilho



Viaja na rua
sem medo e estória
faltando pedaços
da vida sem guia

que maltrata, castiga,
no grito em silêncio;
não liga ela é pura,
é vazia de tudo.

Historia não tem
sem graça é nada
sentença parada
que espera alguém.

Vagante no mundo
espera, espera...
não teme pois seu tudo

pro mundo é nada.



sábado, 17 de setembro de 2016

Futuro de agora





O dia de sonhos perdidos
em viagem, embutida inerte
guardada bem dentro do ser
espera que a vida a liberte

vida sofrida de gosto latente,
é marca do horizonte infinito
com sensações buscam  razões
sem barreiras de gosto restrito

condizente é a vida de agora
momento que não tem depois
aproveitar tudo que aflora
melhor ser vivido a dois

O querer nem sempre é poder,
a mente é bem mais que a razão
ter sentido é sempre viver,
pois o mundo é na contra mão.



sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Haicais













Deixe seu comentário abaixo



quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Vim pra te dizer:






Que melhor eu quero ser,
pra sempre aprender a viver,
pra buscar sempre te ter
e tentar te entender.

Dizer que nada tinha gosto
sem teu corpo estar exposto,
pois no sacrário sobreposto
também nele vejo teu rosto.

Minha busca faz mais sentido
quando me sinto perdido
com meu coração está partido
achando que por Ti fui esquecido.

Misericórdia é a razão
sem Ti não mais consigo
És meu início e fim,
meu refúgio, meu abrigo.



terça-feira, 13 de setembro de 2016

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Mãe



É luz
é sentimento
é palavra
é momento

Tem leveza
na alma
um carinho
que acalma

Chora
encantada
das lembranças
da caminhada

Seu sorriso
é lindo
sua missão
vai cumprindo

Esta homenagem
é porque
a razão da vida

É VOCÊ…



domingo, 11 de setembro de 2016

Haikai





Cai atrás dos montes
querendo só descançar
pontes, faz a vida.




sábado, 10 de setembro de 2016

Calvário



O espaço fechado
é marca do hoje,
é sombra de ontem
reflexo da dor



sempre presente
buscando a penumbra
na face resplandece
a vida sofrida



que sem a parte partida
vive escondida
velando os sonhos
sem ter um porque.



Viver o que resta
no meio de tudo
em busca da festa
o espírito é o escudo.




quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Espera de um milagre


A espera de um sonho
sem a parte que chora
apenas um carinho
pois o sentimento aflora.

No doce que exala
do abraço de estalo
marcando presença
vivendo o regalo.

O repente é poesia
que surge sem demora
é no toque de magia
que o instante é agora.

É beleza suprema
que faz os olhos brilhar
é presença divina
que faz corpo pular.

Espera real
no dia nublado
é o extase total
que nada foi marcado.



terça-feira, 6 de setembro de 2016


 O gosto de sonho
é viagem sem fim
o sabor mistério,
o cheiro jasmim.

Na busca iludida
caminha pro além
o encontro real,
não certo, convém.

Sinto a busca agora
sem querer perdão
pois a vida para
manda o coração.



segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Indispensável




Caminha sem rumo
impede desata
não guarda segredo
barulhento maltrata.

Do outro vai longe
buscando um sinal
não pensa ao falar
dissemina o mal.

Buscando lugar
metido ele é rei,
é pura matéria
faz falta? Não sei.

Difícil não ter
e a vida marcar,
é corpo sem alma
frio o celular.



sábado, 3 de setembro de 2016

Nossa casa cultural



Aqui nesta casa tem vida
e o sonho fez sua morada
o cheiro da pura cultura
com a poesia em disparada.

As lembranças, sempre do bem
vivencias, na vida passadas
aqui sempre marcam, porém
nos causaram grandes viradas.

O sabor daqui tem seu cheiro
com o verde que vem molhado
marcando o moleque brejeiro
que nunca se mostra cansado.

Temos pintura com o teatro
e a música com a magia
os livros, entre si, se falam
e sempre discutem poesia.



sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Cilada



Verseja no pranto
tua voz que tão pura
marcada de dor
sentida no peito

a suspeita é falsa
da tua voz que jura
que sedosa envolve,
enrola com jeito

triste, o amor é pobre,
vai sem um conceito
frio, é sem pudor
segue sem direito

busca, o seu preceito
joga sem a lisura
mas sofre horrores
teme, a dor pura 

jamais esqueceu
e nunca chorou
as mágoas a parte
seu pranto calou

na cama, na lama
seu berço é clamor
não te quero assim
com gritos de dor

na margem da sombra,
no vento que vai
sem dó nem piedade
que somente trai.



quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Foi assim


Na sombra do passo
um simples compasso
moldado no traço
que falta um pedaço.

Quem vem na espera
com a força de Hera
é firme qual fera
 a presa venera.

Ficou reprimido
o sempre contido,
com jeito falido
hoje jaz perdido.

Esperança vem
não teme o desdém
a força convém
amor...? Nunca tem.