Coragem

"O mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de SONHAR, correr o risco de viver seus sonhos.
Coragem é não buscar desculpas para ser feliz!"

Charles Chaplin

Sejam Bem vindos ao blog Horas Interiores!
Agradeço sua presença aqui e aguardo seu comentário.

Paz e Bem,

Rodolfo Andrade

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Sonho sofismático


Sonho com seu cheiro,
sonho com sua boca de mel
e ao ver a beleza do Jasmim
sinto você mais longe...

Sonho com suas frases tristes,
sonho com seu olhar pedinte
e ao ver, o mudo sem voz,
sinto você mais longe...

Sonho com a maciez de sua pele,
sonho com a praça do centro
e ao ver a agitação do momento
sinto você mais longe...

Sonho com você ao meu lado,
sonho com a surpresa de sua presença
e ao ver a cama vazia
sinto você mais longe...

Sonho aqui a toda hora,
sonho simplesmente sonho
e ao ver a mulher do meu sonho
sinto você mais longe...

Sonho com o grito de: quero mais... ,
sonho com o desejo sem fim
e ao que a vida é agora
sinto você mais longe...

Princesa proibida


Seu rosto de menina mulher
instiga o ego de poeta
que sofre com sua beleza
de Monaliza emoldurada.

Sorriso enigmático, reluzente
branco, puro e livre
sóbrio luta para sempre viver
livre de podres idéias.

A pele que brilha ao sol,
macia feito a pluma,
com carinhos faz-se mais bela
composta de amor e luxurias.

Curvas perfeitas têm você
formadas ao longo da vida,
que curta se faz nobre,
certa do dia de hoje.

Pernas torneadas maravilhosas,
em par seguem juntas,
querendo ali encontrar,
tudo que ficou pra traz.

Sorte em poder contemplar
com olhos de simples mortal
você aqui sem barreiras
princesa dos sonhos proibidos.

Sublime AMOR


Entre sonhos macios começam a surgir
o que seria motivo do meu viver
com seu jeito de princesa criança,
com a beleza da ingenuidade.

Um sentimento de amor perfeito
que como fogo me queima,
que como o gelo congela
e me invade por inteiro
hoje você é real em mim
com o gosto do teu gosto,
com o cheiro do teu cheiro
que é meu começo, meio e fim.

Os macios cachos do seu cabelo
me fazem dormir sem sono
ao vê-los frágeis e loiros,
que me tocam com carinho,
seu sorriso me faz regredir
voltar aos tempos de calça curta,
ao ver seus olhos alegres,
sinto uma grande vontade de viver.

Seu tamanho pequenino
me faz os olhos brilhar,
te sentir ao meu lado
me faz muito crescer.

Um grande amor me invade, um aperto forte profundo,
o lado bonito da vida, um sentimento sublime
que agora se reflete em você. 

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Micro contos



Vaga a noite caminho desconhecido, esperando Baco galantear Vênus entre as mesas de um boteco vazio. 


XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX




Neste azul maravilhoso iniciam curvas que seguem buscando muito mais vida, compõem-se versos.


XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


O sol soava em dó em meio às pessoas, sinfonia perfeita. 

Micro contos




Se o caminho é longo demais ate mim, não precisa caminhar estou aqui.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


Chora a parte usada, azul sua lágrima.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Medo real, bola perdida na cova, a cisma, o coveiro é o cara.

Quebra cabeças


Sorriso espontâneo
em forma perfeita
é contemporâneo
e a família estreita.

Palavra que acalma
feliz contagia
sossega minha alma
a sua alegria.

Diferente achado
no meio do povo
que estava guardado.

Surpresa e magia
nunca são opostas

cultura é poesia.

Soneto perdido





Soneto vive sempre mais guardado aqui
esquecido no simples caminhar da vida
jamais temeu a dor que nos deixou, senti,
indiferente só tenta vencer a lida.

Grita que o direito é teu, sempre foi só seu
falar de podridão, sexo, clamor, saudade
abaixo os podres ditos frios de Morfeu
que impedem o direito sem temer verdade.

Em vozes aos milhares partiremos já
buscando um direito umbilical feroz
sem medo, pois nem sempre pensa, fala a voz
  
Indiferente contra a dor do mal eu vou
pois hoje temos só ela a saudade em mim
da tão falada e presa liberdade sem fim.

Cheiro bom


Cheiro gostoso aquele aroma que é bom
aparece ao cair do sol, no fim da tarde
quando aqui eu estou, somente em você penso
linda mulher madura sem nenhum alarde.

Lembro da rosa azul que é sempre muito bela
cheiro doce jasmim, de tão puro ate arde
rosto qual aquarela, beleza sem fim
te querer só pra mim nunca é muito covarde.

Você sempre é meu canto que nunca tem som,
pelo meio do grito forte que é fechado,
só busca o verdadeiro sentido, o seu dom.

Mágico, com você, o dia é sem igual
faz caminhar o íntimo que é tão puro
em busca do abrigo, do silêncio total.

Soneto silencioso


Manter sempre na vida o dia mudo
sem ter nem saber onde se deve ir
buscar somente a força que tem tudo
querer, viver, amar, curtir só rir.

Viagem feliz na paz matriz e só
passo ao caminho simples do infinito
poeira nos olhos são somente pó
traduz-se na voz tímida, no grito.

É mensagem que nunca tem um fim,
pois ecoa bem forte, muito longe,
é semente plantada por um monge.

Marca que se faz forte dentro d’alma
fundida bem no ser que é muito algoz
suave caminha e vem, somente acalma.

GENTILEZA GERA GENTILEZA


Com um bom dia, com licença e um obrigado
vem a nova permissão que a vida oferece
levando a tristeza pro lado bem fechado
que soa, no novo dia, como uma prece.

Doce é sentir no novo horizonte que é belo
a gentileza que brilha no fundo e aquece
trazendo esta paz do sol, que é singelo, 
gentileza é tudo sempre rejuvenesce.

Ceder é nunca demais, sempre faz muito bem,
e nos eleva a um horizonte bem maior
sabor de gosto suave que esta a vida tem.

Agindo bem e mostrando toda beleza,
todos mostram a face que só tem amor
porque assim “gentileza gera gentileza”. 

Beijo sobrenatural


O beijo demorado, calado é paixão
tem sabor de quero mais pois é bem marcado,
e quando sugado fica sem solução
se perdem línguas sedentas no combinado.

Em busca do sabor do desejo que é sonho
a pele lateja e busca o néctar guardado,
quando eu perder a busca que dor, componho
buscarei a quentura o vigor revelado

o líquido que é produto remanescente
Afrodite não teme, amena, glorifica
e desvenda toda sutileza da mente

Hefesto em sua soberania se entrega...
em encanto e delírio supremo, magia,
sem pensar em nada, por hoje bastaria...

Porque as rosas





Gota espessa, de chuva, na estrada da vida
é destino sentido sem ter um porque,
é amargo o gosto que surge minha querida
trazendo de longe pra mim um buquê.

As flores que encantam na hora da partida
enaltecem, vivem como se dia fosse,
não temem nem buscam a hora dividida
que viajam nas cores e traduzem você.

Rosas são puras, nobres com toda verdade
paixão que dilacera tudo o que se vê
deixando bem lá dentro o sabor da saudade.

Margaridas são belas; milhares qual neve
no jardim soberano que vive em você
sempre dispostas que alguém só as leve.

Gentileza


Fato
foto
fita
esperteza.

Filho
brilho
sorriso
clareza

Verdade
maldade
saudade
realeza

Processo
gesto
manifesto
grandeza

Vida
força
contida
certeza

Carinho
beijo
abraço
gentileza .

Só pra mim


Verseja no pranto tua voz que é tão pura
marcada de dor sentida no peito
suspeita a falsidade da tua jura,
da voz sedosa que envolve com jeito.

Falso o teu amor que nunca perdura
não tem nesta vida o menor conceito
pois joga com a vida sem lisura
buscando o caminho que já é feito.

Teme sofrer com tudo que causou,
jamais esqueceu e nunca chorou
o grito guardado sempre fechado.

Mágoas a parte te quero pra mim
na cama, na lama, qualquer lugar
ter você pra mim, só mesmo te amar.

Sobreviver ao DESAFIO


Paro e não mais penso,
o sol não é mais tão alegre,
o dia agora é tenso
mesmo que por ações eu negue.

Sua ausência sem razão
existe inexplicavelmente
presente você no coração
sem lógica mas docemente.

Busco um certo rumo torto
sempre alegre e com medo
dos gestos absorto
buscando nosso segredo.

Queria sem fronteiras te amar
sentir tudo ao mesmo tempo
ver sua serenidade no ar
que vaga ao bailar do vento.

No jogo da vida joguei
somente sobrou o epitáfio:
perdi em quase tudo, sonhei,
mas nunca desisti de um desafio.