Coragem

"O mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de SONHAR, correr o risco de viver seus sonhos.
Coragem é não buscar desculpas para ser feliz!"

Charles Chaplin

Sejam Bem vindos ao blog Horas Interiores!
Agradeço sua presença aqui e aguardo seu comentário.

Paz e Bem,

Rodolfo Andrade

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Você não vem



A chuva caindo,
o vento soprando,
a música tocando
e você não vem.

O dia novo aparece
o sol não nasceu
tudo bem diferente
mas você não vem.

Um vazio vai chegando
vem vindo sem eu querer
tudo é quase nada
mas você não vem.

Estou como a chuva que cai,
o vento que sopra,
a música que toca
buscando sua direção.

Fazer a vida mudar?
Como?
O jeito é sonhar,
parece que não virá. 

sábado, 24 de novembro de 2012

Tarde demais


O sol que esta ao alto
me faz bastante valente
fico deveras feliz
quando te vejo contente.

Às árvores ali adiante
me lembram logo você
com folhas que viajam
e nunca perguntam porque.

O carro que sai a rua
indo a qualquer lugar
como seu destino indefinido
que não consigo mudar.

Vejo algo diferente
caminho ao além
sem ter como partir
espero pois convém.

O verdadeiro amor
só se sente uma vez
não se pode deixar passar
e se arrepender do que não fez. 

Não sei quando



O dia esta nublado
até poderá chover
mas logo vai passar
sem chorar, terei que vencer.

Não é triste o dia que passa
apenas um pouco fechado
eu que estou meio “daw”
sem você fico calado.

Você esta por aí
andando por lugares distantes
sabe-se lá em que companhia
muito menos com quais amantes.

Um dia vou te achar
sem querer, de estalo
eu sei vou te encontrar
talvez num bloco de embalo.

Não sei ao certo quando
muito de longe o local
o dia será de festa
como um belo carnaval. 



A COR dar



O dia hoje é claro
tudo começa a nascer
tem dias diferentes
com triste entardecer.

O dia de novo nasceu
com muito a oferecer
o pássaro alegre no alto
feliz esta em viver.

Tudo agora é diferente
nova vida a surgir
com muita gente contente
o amor começa a florir.

Sombras estão vivas
e rondam no fundo da mente
com o sorriso claro
vejo tudo diferente.

Caminhada



Ficaram pegadas na areia
no meu longo caminho
de amigos minha vida é cheia
por eles tenho muito carinho.

O dia se vai tranqüilo
e a noite logo vai chegar
porém não haverá lua
nuvens irão atrapalhar.

O sol meio inibido
no céu azul imenso
nas matas o colorido
o dia nublado é tenso.

Todos os meus amigos
me ajudam a ter coragem
com muita alegria
eu adoro esta viagem. 

Na cabeça



Neste momento tudo vem a cabeça
a luz poderá se apagar
eu com medo do que vai acontecer
quando dia enfim chegar.

Nunca tive tanto medo
sempre fui ate o fim
com isto uma incógnita
que é ficar longe de mim.

Este é só um obstáculo
tenho eu que ultrapassar
em um dois dias
depois o grande dia virá.

O medo é tão intenso
que não consigo por fim
às vezes ate penso
que não chegará pra mim…

Os amigos muito ajudam
por seus astrais positivos
eles querem que eu pare
de estar com um pé sempre atrás.

Tentando um samba soneto



O papo é quente irmão
vem e segura a marimba
requebra mulher que é "bão"
na roda tem é catimba

faz no pé que a hora é esta
Zé Pereira vai falar
temos surdo nesta festa
e alegria pra sambar

Bagulho doido esta roda
conselheira da galera
que sempre vive na moda

samba, roque tem de tudo
muita pinga tem também
tem amor falado e mudo.

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Aconteceu



Mais um dia se passa
não quero voltar atrás
quero paz e muita alegria
eu sei que vou vencer.

Não vou desanimar
pois cheguei até aqui
o dia agora é outro
com minha vontade eu lutei.

Só na hora saberei
como vou passar por cima,
com que forças vou lutar
quando a tenra idade chegar.

Tudo passou tão rápido
com tamanha ironia
os amigos festejavam antes
da tragédia ocorrida.

Entre papos e vivência,
muitos assuntos banais
lembrei da bela pessoa
que na lembrança ficou. 

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Expectativa



Um ar bem nervoso
reflete minha insegurança
hoje me sinto enganado
mas com vida e esperança.

Tudo começa a escurecer
sem fé estou eu
sem saber o que vai acontecer
só espero me ver seu.

Vamos ver o que acontece
agora estou preocupado
com o dia de amanhã
e o tempo que parece cansado.

Estou sem coragem
de com alguém falar
estou realmente com medo
do que vem por aí sem sonhar.

Não sei porque
sempre estar com medo
eu sei que vou conseguir
mas o jeito é viver o segredo. 

terça-feira, 13 de novembro de 2012

Chuva da tarde



A chuva cai sem parar
eu aqui parado
vejo o carro que ali vai
pois o dia parece velado.

A gota pingente na folha
permanece sempre calada,
a solidão que aperta
liberando a maldade safada.

A água sobre a calçada
que rola para o além
só a solidão não vai embora
saudade que convém.

A chuva já vai parando
e a noite começa a cair
mandarei a solidão embora
e logo voltarei a sorrir.

Agora diante ao papel
descrevendo o que passou
a mente viaja longe
juntando o que sobrou. 

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Virá de repente



De repente alguém aparece
alguém... conhecido
a me fazer boas coisas
com um jogo diferente.

O céu ficará azul,
o vento vai soprar rapidamente,
muitas luzes irão brilhar
é você com seu jeito de viver.

Virá de bem longe
muito além do horizonte
uma grande incógnita,
que como fonte, matará minha sede.

A felicidade existe
na pureza do amanhecer,
no oculto do olhar,
em fazer feliz a quem se ama.

Como o ar vai surgir
sem dizer que vai chegar
a beleza esperada
um dia será só luz.

domingo, 11 de novembro de 2012

Homem só



O tempo passa invisível
as nuvens indo e vindo
tudo tem som de nada
vejo-me só sem ninguém.

A caneta dança no papel,
o peixe no vidro ali,
a música alegre no rádio
e eu aqui sozinho.

O choro ali na sala,
o canto alegre do pássaro,
a poesia tudo fala
é estou só.

A multidão vai sem destino,
sem saber onde parar,
a solidão surge por que
sei lá.

sábado, 10 de novembro de 2012

Água razão da fonte



És minha esperança no amanhã
o achado nunca perdido
aura de todo meu corpo
meu amor em ti é contido.

És luz na minha escuridão
a razão do meu viver
oásis no meu deserto
o sol no meu amanhecer.

És quem molha a rosa do meu jardim
a deusa do meu mundo
és a cara metade da vida
sem você sou poço sem fundo.

És a beleza da tempestade
a majestade e seu cavalo
que ocupa todo espaço
sem você não falo, me calo.

És da vida a razão
sem você minha voz acaba
água é fonte de tudo, sem ela
o mundo logo acaba.

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Te procuro



Onde esta você agora?
Nos braços de outro, no escuro, no claro,
nas ondas que vão e não vêm
ou na espera de alguém.

Me conta?
Eu quero ouvir?
Porque os sonhos que tenho
como um furacão estão a me diluir.

Você é algo estranho
tão difícil de entender
tamanho é meu sonho
eu não sei o que fazer.

Você veio de repente
como do nada atrai
uma estrela cadente
que vem e logo vai.

Me conta porque isto
que vem e logo vai
sem compromisso quero falar
só temo não te encontrar.

Sem encontrar você
vou seguindo em frente
caminhando sem destino
no mundo buscando gente.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Imortal



Persistir boa conduta
quando o certo é ideal,
se luta contra tudo, 
buscando o livre e real.

A vida é muito longa
se tenta esquecer o amor
quando não se consegue
logo se vê seu valor.

Ele é muito puro
doce omite o brilhar
passa por cima de tudo
e sempre acaba sem falar.

Muda-se de lugar
tentando faze-lo morrer
quando se volta a origem
ele torna a nascer.

Sentimento forte e real
entre seres apaixonados
sem perder a beleza
dos tempos sonhados.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Cotidiano



O dia começa a nascer
a paisagem coberta de orvalho
pessoas começam a aparecer
mais um dia de muito trabalho.

A cidade começa a rotina,
nas ruas carros vão e vem
todos começam a procura
e eu aqui parado esperando ninguém.

Os livros muito falam
de dias que começam assim
às aves parecem miragem
fazendo linda a paisagem.

A manhã é quieta e calada
quando o sol começa a aparecer
sonhos de liberdade
tentam me convencer.

Os outros parecem diferentes
partindo da parte perdida
andando pra lá e pra cá
perdidos em busca da vida.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Eu te espero



Eu te espero
o tempo que preciso for
hoje, amanhã e sempre
pois não perderá seu valor.

Eu te quero
pela vida e muito além
por você nunca é muito a espera
tenho certeza que você vêm.

Eu te espero
com a música romântica tocando
por fora eu sempre alegre
por dentro sempre chorando.

Eu te quero
com seu jeito carinhoso,
com seu modo espontâneo,
com seu olhar lindo e charmoso.

Eu te espero
sem querer que seja em vão,
sem querer com alguém
dividir seu coração.

Eu te quero
na caminhada sem fim,
com os dias longos
fazendo alegre a mim.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Carlos Drummond de 1902 a 1929



Nasceu ele em Mato dentro
em família decadente
laureado e já literato
expulso foi pela mente.

De mudança a be haga
com amigos das gerais
publicou sem muita fama
os primeiros sociais.

Se casou em vinte cinco
com pioneira no trabalho
vinte sete chora a finco

A linda filha e amiga
no caminho apareceu
e o poeta assim foi, cresceu.

domingo, 4 de novembro de 2012

Foi assim



Um mundo esteve em nossas mãos: desperdiçamos.
A felicidade ia chegando: interceptamos.
Porque inconscientemente sempre agimos assim?
Temos medo do que sentimos?
Ao bom da vida sempre damos fim?

Não te esquecerei nem que eu tente
pois o bom nunca se esquece
você chegando eu verei de repente
nada dói tanto quanto te ver triste
o amor apenas adormece, nunca morre.

Você viveu tantos anos na minha vida
que nem mesmo eu sei o que ficou
me mostrou tanto calor e desenganos,
sempre é experiência o que ficou
você por mais que eu tente não entendo.

Não adianta reclamar
as vontades se vão num jaz
só nos resta o que ficou: nossas lembranças
dar valor aos momentos vividos,
ser gente e viver o agora.  

sábado, 3 de novembro de 2012

Cidadão qualquer



Na multidão vejo surgir
cansado, fatigado, alegria no ser
sua vida uma grande rotina
mas não se abate, quer vencer.

Seu futuro será bom
mas por ele terá que lutar
lhe vêm a esperança
de um dia parar de sonhar.

Pensa no jovem que é senhor,
no velho já acostumado
em ser um eterno servidor
e nunca ser lembrado.

Porém sua vida é ali
comendo poeira, tirando barreira
subindo e descendo morro
preconceito grande besteira.

Sentir orgulho na vida
quando na rua o vêem passar
sem saber o seu dia a dia,
sem saber o seu caminhar.

Dia seguinte rotina certeira
vive seu futuro corriqueiro
ele não cansa jamais
é povo brasileiro.

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

Renascer a solução



O sol voltou novamente
a brilhar sobre mim
ele voltou com mais vida,
mais vontade, mais sabor

Com minha restauração
os tristes estão sorrindo
pois sem demora e sem desespero
de mansinho esta vindo

Com semblante macio
procuro viver sem dor
eu moleque menino
caminho a todo vapor

Com força espontânea,
e vontade sempre lutei,
com a garra contemporânea
UHUU!!! Ressuscitei.   

Véspera de vida



Com o passar da noite sinto
a insegurança a bailar,
a expectativa do vindouro
fico no canto sem falar

Só me resta aqui esperar
é, na esperança de um começo
ou será outro recomeço
não sei mas tenho grande apreço

Engraçado porém a vida
 o tempo passa sem falar
por dentro do nosso só ser
sem dar chance de avaliar

O tempo é forte e sorrateiro
nos cria cada situação
que se passará muito tempo
para saber o que vai na mão

Estou sozinho e muito tenso
isto é a mais pura verdade
a certeza será só uma

amanhã vai deixar saudade