Coragem

"O mundo está nas mãos daqueles que tem coragem de SONHAR, correr o risco de viver seus sonhos.
Coragem é não buscar desculpas para ser feliz!"

Charles Chaplin

Sejam Bem vindos ao blog Horas Interiores!
Agradeço sua presença aqui e aguardo seu comentário.

Paz e Bem,

Rodolfo Andrade

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Desejo pós tempo



Meu sonho incompleto
a maior ironia
raios começam a bilhar
o horizonte parecia mais longe.

Como não podia deixar de ser
o dia de novo nasceu
recomecei novamente
de repente tudo me aconteceu.

Os olhos estavam tristes
lamentando o acontecido
pairando sobre eles a dúvida
hoje eles amanhã...

O radiante ficou nublado
com seu jeito selvagem
revelou quase tudo
infelizmente não o que pensa.

Talvez o que eu queria
impossível seria falar
na verdade o que eu quero
é sempre te ter.

Não era sonho era saudade


A noite caiu em minh’alma
fiquei triste sem querer
logo você se infiltrou em mim
e com a sua presença
de estalo comecei a te ver.

Seus cabelos rolavam em suas costas,
seus olhos penetravam em mim
você estava entre flores e flores
no mundo dos meus sonhos
fazia parte de um lindo jardim.

Deslizava sobre a grama
de todas as flores a mais bela
na inocência de toda mulher
porém todas com inveja
só pensavam em ser ela.

Porém o dia surgiu
sua imagem não me abandonou
eu sem querer despertei
mas um dia sem você
“não é sonho a saudade falou”.

domingo, 28 de outubro de 2012

Sem solução



Não sei porque te vi
com seu jeito meigo
com seu olhos verdes como o mar
com cabelos como as ondas.

O seu papo sem pena consola
não sei como explicar você
não sei o que se passa
seu jeito me confunde.

Seus olhos são uma incógnita
seus cabelos me embolam
sua voz me ajuda
de você eu preciso.

Agora ando indeciso
não sei seu segredo
não consigo te decifrar
de você tenho medo.

O bom ficou



Você que é consciente
só não vive à toa
seu ar é tão carente
realmente você é boa.

Nosso passado foi bom
saídas bastante agitadas
bailes e bastante som
muitas pessoas animadas.

Muitos amigos de ontem
hoje não são mais
todos em seu destino
ontem ficou pra traz.

Eu tive meus amores
você o seu
tudo realmente acabou
ninguém sofreu.

Nosso jogo foi aberto
sem dúvidas nem cobranças
um jogo certo
com boas lembranças.

O futuro agora é passado
onde haviam pessoas sensuais
de repente um grande muro
todos param, eu jamais.

sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Me conta



O que você quer
o que você não quer
o que você pensa
o que te faz triste.

O que te magoa
porque arrumar um fim
se nem ouve começo
me conta.

Nas coisas em que pensas na cama
porque rola sem conseguir dormir
às coisas que todo dia
vivem a te perseguir.

Me conta...
porque sempre o mesmo não
porque as palavras falsas
para me consolar.

Porque este nó na garganta
essa sua vontade que é tanta
me conta seus problemas e mentiras
eu acredito.

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Me sinto assim



Só no meio do abismo
sem conseguir ao menos sair
pois não sei o dom
que irá me ajudar.

Não vejo mais saídas para os problemas,
amigos para me ajudar,
nem mesmo paixões para me acalmar,
muito menos forças para lutar.

Me sinto totalmente só
entre quatro paredes frias
arrasadoras sem pena,
com alegria em machucar.

Me sinto como um leão preso,
preso em suas próprias garras
incapaz de sair
livrar-se de sua prisão.

Sinto não conseguir falar
gritar para o mundo ouvir
murmurar à noite na cama
oi estou aqui. 

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Sobrevivente



O sol voltou a brilhar
vigorosamente sobre meu rosto,
rosto de menino moleque
incapaz de magoar alguém.

A lua novamente voltou
a meus caminhos iluminar
caminhos que foram feitos
de grandes e fortes amizades.

O meu mundo voltou a sorrir,
sorrir para mim
como se nada tivesse acontecido
sem barreiras sem nada.

Minha vida mudou
agora só depende de mim
é diferente de antes
agora virou enfim.

Serei o único responsável
o exclusivo culpado agora
não posso pensar em regredir
agora meus atos são meus.

Terei que saber o valor
viver mais agora
sem desistir de nada
terei ao menos que tentar.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Ponto quantico



O que acontece quando esta aí
vendo o vento soprar,
o rio puro correr
ai sem querer olhar.

Quando te sinto
sem nem te querer
te vejo lá longe
sem te olhar.

Queria te olhar o dia inteiro
ficar neste flerte maneiro
sempre querendo
te amar, te ter.

Não me importa que pensem
 sem realmente saber,
muito menos que julguem
tudo que irá acontecer.

Quando o sol queima sua pele
morena, macia, cheirosa
e eu fico a observar
sem nada falar.

Observo às pessoas
querendo te observar
ontem eu te queria,
hoje te quero e sempre vou querer.

domingo, 21 de outubro de 2012

Amor místico



Você é algo estranho
tão meiga e cheirosa
uma sensação diferente
uma estrela que vem do oriente.

olho e vejo os pássaros
que gozam de liberdade
as flores brotarem uma a uma
lembrando minha saudade.

É você que vejo nas noites
em que saio por aí
até nas noites frias
sem rumo, sem ter você.

Você é poesia sem poeta,
um perfume sem cheiro,
uma gota de orvalho
a chama que queima.

A noite que tenho você,
quando sinto sua pele
seu suor tem cheiro de amor
os minutos tem sabor de infinito.

Jeito felino



Seu jeito selvagem,
seu ar de mistério,
seus olhos de medo,
sua boca eu quero.

Quero estar com você,
quero seus carinhos,
quero estar contigo,
quero tua força.

Teu olhar indefeso,
teu medo fechado
com palavras mudas
por medo da dor.

Te ter é difícil
muralha és tu
talvez o motivo
de tanto querer.

O mundo é maior
nele o sonho
viver fantasias
real ilusão.

Você não é
o que pensam os outros
você é que quer
que pensem assim.

Quero te falar



Escuta um pouco
me deixa chegar ate você
saber suas alegrias e tristezas
saber o que se passa contigo.

Sabe o que eu quero?
Quero de tudo partilhar
você será o meu jogo
e eu a galera gritando.

Sei lá talvez isto não aconteça.
Será minha culpa?
Sua talvez?
Não importa, não há culpa.

Mas me ouça um pouco
quem sabe os seus não são os meus problemas
seus defeito, erros podem ser iguais ou...
parecidos com os meus.

É nosso tempo foi pouco
sou seu amigo,
amado, amante calado
só o tempo dirá.

Nada será impossível
basta nunca parar
seguir sempre em frente
jamais desanimar.

Encontrei você



O sol lá fora brilha
a manhã começa a nascer
e eu no canto alegre
não pensei em te conhecer.

Passava no mundo a esmo
buscando um ombro para chorar
qualquer que fosse o motivo
nunca esperei te achar.

Eu vinha de lá
você ali parada
de repente aquela olhada
a tempos esperada.

Livre estava você
incapaz seria de magoar
relembramos o passado próximo
mesmo assim pensei, será?

O clima era agitado
em meio a multidão
coração a mil
encontrei você.

Sofrimento



 Força que vem
na pele é sentida
clareira que contém
o amargo sabor.

Cada gesto é tormento
na festa de horror
dissabores sofrimento,
sorrisos de ironia.

Hipocrisia velada
não teme nascer
desprezível é a fachada
de anjo da doce morte.

Viagem de somente ida
sem passagem nem destino
vai sem buscar a partida
para o fim sem razão.

A dor é indolor,
o corte não arde mais,
o gosto não tem sabor,
o amor ... ACABOU.  

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

De repente



Me deu uma vontade de escrever
e você me veio a cabeça de repente
tenho vontade de te sentir num todo
de saber como você realmente se sente.

Você toda, inteirinha como deusa, só minha
queria só saber como você se sente
será minha luz não pertence a mais ninguém
sonhar que o entardecer vem muito diferente.

Queria pirar, viajar no seu pensamento
e para todos sempre poder eu gritar,
imaginar que na tranqüila e calma mente
os dias como este irão somente passar.

A vontade é tanta que o sonho não tem dor
toda possibilidade é muito festim
que aumentam minhas imaginárias querências
mas é curto o longo espaço de tempo fim.

Em busca do nosso tempo que jaz perdido
vejo como você vem muito no repente
que passou como um sonho que foi muito bom
porém de repente não mais que de repente.

Precisa-se de uma criança.



Precisa-se de uma criança
que sempre sorria,
que nunca seja triste
e que goste de chocolate.

Precisa-se de uma criança
que goste da lua,
que sonhe com o hoje,
que goste de Vinícius e também do Raul.

Precisa-se de uma criança
consciente e autoritária,
sensível e protetora,
alegre que saiba alegrar.

Precisa-se de uma criança
que esteja pronta para amar,
ouvinte e companheira,
que tenha no íntimo o perdão.

Precisa-se de uma criança
que viva intensamente,
que seja o “ideal”,
que tenha virtudes e defeitos.

Precisa-se de uma criança
livre de preconceitos,
pura,
sensível PRECISA-SE.

Quadro



O quadro na parede
com jeito triste
parece sentir-se só
com feições indefinidas.

Em uma parede branca e larga
forma um simples ponto
sem nada a se observar
faz triste a paisagem.

No escuro da noite
a parede branca se faz mais presente
e a moça do quadro parece sentir-se só
sem alegria no rosto pálido.

No quarto ele decora
Com um colorido incolor
transmite a esperança
e causa muita dor.

Tudo nele é diferente
sua vontade é guardada
sua insegurança é sem razão
a vida, nele, é fechada.

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Será você que eu procuro


  
Nas noites de solidão
na tentativa em vão
no dia a dia que passa.

No vazio de minha vida
na lágrima já sofrida
que não discute só cai.

No meu pensamento sem lógica
na resposta trágica
que só você sabe.

No escuro no claro
que uso até o faro
sem achar.

Acho que é sim
pois sem querer veio sem medo
colocou-se perto de mim. 

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Perfeição...



Mundo de mundos diversos
oculto entre a multidão
nunca é só pois é farto
Afrodite insiste em você.

Magnífico é seu extenso habitat
ornado de rosas perfumadas
delirantes, ardentes, alegres
amantes , amadas, mulheres.

Sempre de bem com a vidas
em busca do elo perdido
marcam presença no ser
são mulheres, são feras feridas.

Mácula pelo dom da gentileza
encontram sempre o lado bom
do sabor, do carinho, do amor
do perfume que, nem tanto, tem a flor.

A maior jóia existente,
melhor tesouro de se ter
é saber que o mundo é perfeito
pelo fato de vocês viverem.

domingo, 14 de outubro de 2012

Onde estás?



Estou aqui
mas tu não estás
procuro alguém para partilhar,
partilhar comigo a minha vida

de tudo já fiz
mas não te achei
por caminhos escuros andei
sem te achar.

Você pode estar em qualquer um
num velho ou criança,
homem ou mulher,
não sei, só te procuro.

Maculei-me,
me desliguei de tudo,
convivi com vários tipos de vida
só não te encontrei.

Será que fui muito exigente,
não procurei direito
talvez já tenha achado
mas não me encontrei.

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

RE – lembranças



Sorte na vida
com flores,
esperança sempre...
de você sem medo.

No auge sempre velada
sofismática...
com dom ímpar
nunca o sorriso.

A roda da vida
sem pena...
já, logo
jamais através da paz.

A vida mulher;
muitas crenças...
vã sabedoria,
lidas sóbrias.

O néctar dos deuses,
na pele combustível
a sombra dos olhos
nuvem parda.

Flores vermelhas,
folhas verdes,
corpo macio
com sabor de relembranças. 

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Sufrágio


 Força que vem
na pela é sentida
clareira que contém
o amargo sabor.

Cada gesto é tormento
na festa de horror
dissabores sofrimento,
sorrisos de ironia.

Hipocrisia velada
não teme nascer
desprezível é a fachada
de anjo da doce morte.

Viagem de somente ida
sem passagem nem destino
vai sem buscar a partida
para o fim sem razão.

A dor é indolor,
o corte não arde mais,
o gosto não tem sabor,
o amor ... ACABOU.  

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Hei?



Te conheci a quanto tempo?
Anos, meses, horas, minutos?
Sei lá só sei que te conheci.

Nosso tempo é pouco,
mas o suficiente
pois agora és minha amiga.

Você de repente sem saber
se pois ao meu lado
como ouvinte, companheira.

Você me ajudou sem querer,
fez do meu errado, certo.
É isto, falou o certo na hora certa.

E o que é melhor
fala também
TV você é tudo de bom.